Entorse de joelho

157

Todo mundo está sujeito a ela. Pode ser durante um exercício físico ou em uma simples caminhada. Um movimento brusco, de mudança de direção, em que o pé fica preso ao solo e pronto: acontece a torção no joelho. A entorse de joelho, como também é conhecida, ocorre quando há um alongamento exagerado dos ligamentos da articulação devido a trauma ou movimento anômalo.

E se você já passou por essa situação, sabe o quanto uma torção de joelho pode ser incômoda e dolorida. Em alguns casos, dependendo da gravidade da lesão, há risco de rompimento de ligamentos, meniscos, cartilagem e tendões.

Sintomas

Os sintomas surgem logo após o trauma, com o inchaço da região e dor que varia entre leve e intensa. O paciente também pode ter dificuldade de dobrar o joelho e apoiar-se na perna afetada.

Tratamento

O diagnóstico é feito com base em exames clínicos e de imagem. O médico ortopedista avalia o inchaço, o movimento e a sensibilidade do membro lesionado. Ele pode solicitar exames de Raio-X, Ultrassom ou Ressonância Magnética para investigar o comprometimento dos ligamentos, verificando se houve rompimento total ou parcial de algum deles. E isso é o que vai determinar o tratamento a ser adotado.

A primeira recomendação para o paciente com entorse no joelho é repouso e compressa de gelo. É preciso manter a perna elevada e imobilizada, fazendo uso de muletas em casos que seja necessário locomover-se. O médico pode receitar analgésicos ou anti-inflamatórios para alívio dos sintomas. Durante esse período, as compressas de gelo a cada duas horas ajudam no processo de contenção do inchaço. O tempo de recuperação varia de acordo com a gravidade da lesão, mas levam em torno de quatro semanas para que o paciente retome suas atividades normais.

Nos casos mais graves, em que ocorrem rompimentos de ligamentos, tendões ou meniscos, o médico ortopedista pode recomendar a cirurgia de reparação da articulação do joelho, o que eleva o tempo de recuperação. Além disso, o paciente deverá passar por sessões de fisioterapia para retomar os movimentos e fortalecer os músculos da região.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.